Olha o que eu sei fazer!: O lado nada glamouroso de um pós parto

03 agosto 2016

O lado nada glamouroso de um pós parto

03 agosto 2016

www.kosogkaos.no

Quase um mês apos o meu parto (cesariana), posso dizer que estou bem, muito bem, quase 100%. Sinto apenas algumas dores internas, mas aparentemente (tirando as olheiras), não se diz que passei por uma intervenção cirúrgica tao invasiva (pelo menos eu acho) _ e mesmo assim eu ainda prefiro a cesária ao parto normal.
Na primeira semana eu fiquei muito mal, muito inchada, os meus tornozelos juntaram-se aos pés (rs). Tudo o que não inchei na gravidez, acumulei na semana posterior ao parto. Mas passou rápido, apos dez dias eu já estava com o peso de antes de engravidar, ou seja, emagreci os 8 kg conquistados na gestação e hoje estou mais magra ainda.

pés inchados


amamentação

Alem dos pés e pernas inchadas, os mamilos racharam (e olha que cuidei deles direitinho durante a gestação com massagens, estimulação e hidratação com lanolina), os pontos da cirurgia doíam, a pele do corpo ressecou, minha face chegou a descamar por causa da coceira decorrente da anestesia, a imunidade caiu e uma herpes apareceu e ainda tinha a melancolia. Ai que tristeza...

Tirando todas estas situações, ainda tem os cuidados intensivos que um recém nascido requer: acordar varias vezes durante a noite para amamentar, fazer arrotar, trocar fraldas, cuidar do umbiguinho, banho, cólicas, muitas cólicas (do bebê e da mamãe), etc. Por fim, talvez a parte mais delicada e importante, e' a atenção dobrada dispensada `a irmã do recém nascido.

Diferentemente da primeira gestação, desta vez eu tenho uma funcionária que me ajuda nas tarefas domésticas. E as visitas estão esporádicas, as pessoas estão mais conscientes, com  exceção de algumas, e' claro.

Todo o glamour fantasiado por algumas mulheres durante os nove meses, cai por terra logo na primeira semana apos o parto, tudo não passa de  expectativas, quando na prática a realidade 'e outra. Eu seria muito hipócrita se sustentasse esta fantasia, mas, enfim, não e' tao ruim assim, caso contrário as pessoas não teriam o segundo filho, não e'?

4 comentários:

  1. Karine, o bom é que tudo passa rápido e depois sentimos até saudades de tudo isso! Felicidades, curte bem! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Karine,
    Parabéns pela chegada do Gael,o querto ficou lindo e imagino a alegria da Aimê de irmã maior.Eu tive 3 cesáreas,mas na última fiz laqueadura e senti mais na recuperação,meus pés ficaram como os seus, eu inchei horrores me sentia uma foca.Quanto as visitas, sempre preferi receber no hospital,em casa é o óoo.A gente descabelada,cansada,em uma fase de adaptação da nova rotina familiar,aproveitando quanto o bebê dorme prá dormir também ou tomar um banho descente,ter que receber visitas e preparar café...aiai...Mas aproveita bem,que como sabe o tempo voa :)
    Besitos e tenha um restinho de semana abençoado

    ResponderExcluir
  3. Oi Karine, eu fiz 3 cesáreas e também passei por algumas situações assim, mas passa tão rápido, daqui a pouco serão só algumas lembranças, o mais gostoso é ter o bebê nos braços e dar aquele cheirinho mágico nele, na pequena também, rsrsrs
    Beijosss

    ResponderExcluir
  4. Oi Karine,parabéns pela chegada do Gael! Se puder depois mostra ele para a gente. Eu já passei por 2 cesárias e provavelmente o parto do Kael também será,a minha placenta está baixa,eu prefiro mil vezes a cesária do que sentir dor de parto,apesar que nunca senti. Eu também fico toda inchada como você. Bjss.

    ResponderExcluir

Gostou? Não gostou? Comente!

Todos os direitos reservados © Desenvolvido por Lorena Alves